Procurar no site:
LiveZilla Live Help
Cadastre-se
Cadastre-se

Preencha os campos abaixo para
receber notícias e o informativo digital

Nome:


E-mail:

Notícias

Allianz é absolvida de reembolsar despesas com celular particular alegadas por ex-gerente

Publicado em 29/09/2015

 

A Segunda Turma do Tribunal Superior do Trabalho não conheceu de recurso de um gerente de contas júnior que pretendia a condenação da Allianz Seguros S.A. a pagar as despesas com telefone celular que alega ter feito em favor da empregadora. De acordo com a ministra Delaíde Miranda Arantes, relatora, as provas atestam que a Allianz reembolsava corretamente as despesas, e a reanálise do conjunto probatório é vedada no TST pela Súmula 126.

 

Na ação trabalhista ajuizada na 12ª do Trabalho de Recife (PE), o gerente afirmou que a empresa ressarcir os gastos de três celulares particulares para diminuir os custos administrativos. Segundo ele, a Allianz se comprometia a repassar 70% do valor total da conta, com o limite de até R$ 100 por mês, mas estava devendo cerca de R$ 3 mil ao longo do contrato de trabalho. A defesa da empregadora refutou as acusações e garantiu que não possuía débitos com o trabalhador.

 

O pedido foi julgado improcedente pelo juízo de origem, que concluiu, com base nas provas documentais e testemunhais, que o valor repassado mensalmente pela empresa era superior ao efetivamente gasto pelo empregado. O Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região (PE) manteve a sentença.

 

Súmula 126

 

No recurso de revista ao TST, o gerente alegou que comprovou os custos não reembolsados e requereu a reforma do acórdão Regional. Mas a ministra Delaíde Miranda ressaltou que sua pretensão esbarra na jurisprudência da Súmula 126 do TST, que veda o reexame de fatos e provas na instância extraordinária.

 

"Considerando que a decisão do Tribunal Regional encontra-se calcada, essencialmente, nas provas documental e testemunhal, para se chegar à conclusão diversa daquela adotada pelo colegiado seria necessário reexaminar o conjunto probatório constante do processo originário", afirmou. A decisão foi por unanimidade.

 

 

Fonte: Tribunal Superior do Trabalho

Volpi Advogados - Rua Léo de Carvalho, 74 - Sala 1007 - Bairro Velha - CEP 89036-239 - Blumenau - SC | Tel / Fax: (47) 3035-1090 Desenvolvido por Vale da Web Desenvolvimento de Sites / webdesign email marketing Vale da Web